Diego frisa que volta só deve ocorrer com protocolos de segurança

Diego Silva, zagueiro do Náutico (Foto: Léo Lemos/Náutico)

Alguns clubes de Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Minas Gerais reiniciaram recentemente o treinamento dos atletas após a paralisação dos campeonatos em março, por conta da pandemia do novo coronavírus. Situação que acende o alerta sobre a possibilidade de Pernambuco fazer o mesmo em breve, liberando os trabalhos para as equipes nas próximas semanas. Porém, os atletas reforçam que um regresso às atividades só deve acontecer com todas as medidas de segurança possíveis para evitar contaminação da Covid-19.

“Você tem a rotina de sair, treinar, concentração, viagem, jogo, e de repente ficar em casa muda tudo. É um momento complicado. Ansiedade a mil. Peço a Deus para que tudo passe para voltarmos a fazer o que amamos. Mas enquanto não tiver uma estrutura para ficarmos seguros, eu acho melhor não arriscar. A doença não tem isso de idade, se é rico ou pobre. Não podemos arriscar enquanto não tivermos todos os protocolos de segurança”, disse o zagueiro do Náutico, Diego Silva.

Enquanto os treinos presenciais não são retomados, os atletas do Náutico continuam trabalhando em casa, sob a supervisão da preparação física. “Estamos seguindo o trabalho diariamente para não chegarmos zero, ficando em alto nível e sem risco de sofrer lesões. O acompanhamento é importante para voltar bem e em segurança”, declarou.

Do Portal FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top