Número de homicídios sobe 3,7% no mês de novembro em Pernambuco

Foto: SDS/Divulgação

A Secretaria de Defesa Social (SDS) divulgou nesta quarta-feira (15) os números oficiais dos homicídios ocorridos no mês de novembro em Pernambuco. Foram registrados 304 assassinatos. Houve um aumento de 3,7% em relação ao mesmo mês de 2020, quando ocorreram 293 crimes.

Em 2021, 387 vidas deixaram de ser perdidas para a violência, em relação a 2020. Os crimes patrimoniais retraíram 3,1% no acumulado do ano. Feminicídios e CVLIs de mulheres diminuíram no 11º mês. Agreste é a região com maior recuo dos homicídios

Pernambuco aproxima-se do fim de 2021 consolidando a redução no número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLIs) em relação a 2020. De janeiro até novembro deste ano, 387 vidas foram salvas em comparação com o mesmo período do ano passado. Em dados absolutos, o número de vítimas chegou a 3.070 até o último dia 30/11, enquanto em 2020 haviam sido 3.457 – isto é, retração de 11,2%. Os registros de roubo continuaram caindo: os 11 meses já finalizados do ano atual somaram 47.464 queixas, o que significa 1.516 assaltos evitados em relação aos 48.980 do ano anterior, ou -3,1%.

“O ano de 2021 foi de muitos desafios e também de intenso trabalho. Tivemos a retomada das atividades, em confrontação com um ano anterior de isolamento social, e mesmo assim estamos com indicadores mais baixos de criminalidade. Estamos atuando com total empenho para que este ano, ao terminar, seja o de menor taxa de CVLI por 100 mil habitantes da história do Pacto pela Vida. As forças de segurança prenderam, em 11 meses, 2.200 acusados de homicídios. Os crimes patrimoniais estão se mantendo em níveis abaixo dos registrados em 2021, um ano de expressiva redução em relação ao mesmo período anterior. Conseguimos implantar programas importantes e inovadores, como o Boletim Integrado de Defesa Social, Alerta Bike e o Sistema de Radiocomunicação Digital. E, dentro dos protocolos sanitários em vigor, formar mais de mil profissionais para ingresso na segurança pública, entre policiais militares, civis, científicos e bombeiros militares. Todo o planejamento está traçado para fazermos de 2022 um ano mais pacífico e ordeiro para os pernambucanos”, resume o secretário de Defesa Social, Humberto Freire.

AGRESTE LIDERA REDUÇÕES NO MÊS E NO ANO – Isoladamente em novembro, os homicídios tiveram aumento de 3,75%, pois de 293 vítimas em 2020 passou para 304 em 2021. Apesar do resultado global, três regiões continuaram com esse indicador criminal em queda: Agreste, com -21,33%, ao cair de 75 para 59 vítimas no mês; Sertão, que chegou a -12,2%, reduzindo de 41 para 36 casos; e Zona da Mata, a qual atingiu -8,93% (de 56 para 51 homicídios).

Considerando o acumulado do ano nas regiões, o Agreste permanece em destaque quanto à redução de homicídios. Desde janeiro até novembro de 2021, os municípios da região totalizaram 679 vítimas. Isso significa -17,3% em relação às 821 mortes de 2020. Em termos percentuais, a Zona da Mata aparece logo em seguida, com -16,67%, já que passou de 720 para 600 CVLIs. Posteriormente aparecem o Sertão, com -13,13% (de 434 para 377 casos), e a Região Metropolitana, que teve -7,74% (de 969 para 894). O Recife oscilou para cima, tendo passado de 513 para 520, diferença de 1,36%.

NOVEMBRO TEM MENOS FEMINICÍDIOS E CVLIs DE MULHERES – Em novembro último, as mortes violentas de mulheres diminuíram 36% em comparação com o mês equivalente de 2020. A queda foi de 25 para 16 vítimas. Além disso, os feminicídios caíram 16,7% em novembro, de 6 para 5 vítimas.

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER EM QUEDA NO MÊS E NO ANO – As queixas de mulheres devido à violência doméstica e familiar no Estado mostraram declínio tanto em novembro como no total dos 11 meses já terminados de 2021. De 1 a 30/11 deste ano houve 3.254 vítimas, -16,31% em comparação com as 3.888 de novembro do ano passado. Quanto ao período de janeiro a novembro, a redução foi de 1,17%: de 38.035 vítimas em 2020 para 37.591 em 2021.

ESTUPROS PERMANECEM EM DECLÍNIO – Menos mulheres foram vítimas de estupro em Pernambuco no último mês: foram 192 as que prestaram queixa em delegacias de Polícia Civil, contra 206 em novembro de 2020. A redução foi de -6,8%. Já os casos relativos ao intervalo de janeiro a novembro de 2021 totalizaram 2.195, -5,96% em relação aos 2.334 estupros notificados nesse intervalo em 2020.

MÊS DE NOVEMBRO COM MENOS ROUBOS DESDE 2012 – De acordo com as estatísticas do Sistema Infopol de Pernambuco, em novembro de 2021 foram registrados 4.168 boletins de ocorrências de roubo e, no de 2020, outros 4.215. Este foi o melhor novembro desde 2012, quando se computaram 3.867 crimes deste tipo. O resultado significa que 47 assaltos foram impedidos no mês passado, equivalente a uma retração de 1,12% em relação a novembro de 2020.

ZONA DA MATA LIDERA REGIÕES COM QUEDA ROUBOS – Em novembro, a Zona da Mata teve a maior redução nos crimes patrimoniais, de 11,52%, com 315 casos em 2021 e 356 em 2020. Em seguida, o Agreste, com 745 ocorrências em 2021 e 810 em 2020, uma queda de 8%. A Região Metropolitana apresentou -3,93%, com 1.319 crimes em 2021 e 1.373 em 2020. O Sertão teve alta de 6,22%: de 241 denúncias (2020) para 256 (2021). Por fim, o Recife variou 6,83%, com 1.435 em 2020 e 1.533 em 2021.

ROUBO A ÔNIBUS DIMINUIU 65,63% NO MÊS – Investidas contra veículos de transporte público de passageiros também estão recuando. Em novembro, a redução percentual foi de 65,63% com 22 ocorrências no 11º mês de 2021 e 64 no de 2020. No acumulado do ano, a queda desse tipo de crime foi de 17,29%, com 488 ocorrências nos onze meses de 2020 e 590 no mesmo intervalo de 2021. As forças de segurança prenderam 51 pessoas, este ano, por roubo em transporte coletivo.

CAI NÚMERO DE CARGAS ROUBADAS – As ocorrências de roubo de carga apresentaram redução de 19%, com 29 casos em novembro de 2021 e 36 no mesmo intervalo do ano passado. De janeiro a novembro, chegou a -33,8%, com 335 cargas roubadas este ano e 506 em 2020.

NOVEMBRO SEM INVESTIDAS A BANCOS, CARROS-FORTES E CAIXAS ELETRÔNICOS – O mês de novembro de 2021 teve redução de 100% nos crimes contra instituições financeiras, já que não houve nenhum registro de crime do gênero. Em 2020, houve um boletim de ocorrência. Entre janeiro e novembro, retração de 27%, com 11 investidas consumadas em 2021, enquanto em 2020 tinham sido 15.

PRODUTIVIDADE POLICIAL – Ao longo de 2021, até 30/11, as forças de segurança pública de Pernambuco apreenderam 5.402 armas e prenderam 59.429 pessoas em flagrante. Também cumpriram 4.390 mandados de prisão e 5.954 autuações de adolescentes que cometeram atos infracionais. Os policiais do Estado atuaram, ainda, em 8.410 ocorrências de combate ao tráfico de drogas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top
error: O conteúdo está protegido !!