Valente, Santa Cruz bate o Treze/PB por 3×2 e carimba 1ª vitória na Série C

Foto: Paulo Allmeida/Folha de Pernambuco

Depois de jogo dramático, o Santa Cruz superou os detalhes e bateu o Treze/PB por 3×2, no Arruda, conseguindo a primeira vitória na Série C 2020. O triunfo tricolor surge com ar de alívio para o grupo, que não vencia há cinco jogos. Persistentes, Paulinho, Chiquinho e Toty foram os responsáveis por balançar as redes pela lado coral. Pelo Galo, Ermínio e Douglas Lima, acertaram o pé e anotaram os tentos dos paraibanos. Agora, a Cobra Coral ocupa a terceira posição do Grupo A, com quatro pontos. 
 
O jogo
Os primeiros oito minutos foram movimentados. O Treze, que foi comandado pelo auxiliar técnico Caé Cunha, inicialmente apostou em trocas de passes e finalizações de fora da área para chegar até a meta coral. Só na primeira etapa, o Galo conseguiu chutar seis vezes em direção ao gol de Maycon Cleiton. O Santa Cruz, por outro lado, se mostrou inofensivo e apresentou as repetidas dificuldades de criação pelo meio. Sem tomar conhecimento, aos 10, o Treze aproveitou falha na recomposição da defesa tricolor e, após boa triangulação pela lado esquerdo do campo, abriu o marcador com Ermínio. 
 
Seis minutos depois, justamente em cima de seu setor mais deficiente, o Santa chegou ao empate. Após bom passe do meio, Jeremias foi acionado na ponta direita e tocou atrás para Paulinho. O volante, que já havia tentado uma vez, arrematou da entrada da área e igualou o placar, no Arruda. Depois, ambas as equipes esfriaram no jogo, e, com dor no adutor esquerdo, Pipico foi substituído por Victor Rangel na frente. 
 
O cenário mudou no segundo tempo. O Santa tomou mais ação do jogo e logo aos 2 minutos meteu uma bola no travessão com Rangel, após bom cruzamento de Jáderson pela esquerda. Ainda assim, depois disso, as chegadas do ataque não surtiram efeito. Bom para o Galo, que não se intimou jogando longe de seus domínios. Aos 29, então, o inesperado dentro das circunstâncias da partida: um gol olímpico. Douglas Lima aproveitou o vacilo do arqueiro tricolor, que se adiantou, e colocou o time trezense em vantagem novamente. A Cobra Coral, no entanto, persistiu e alcançou o empate com Chiquinho, aos 45, e a virada com Toty, de pênalti, no último minuto de jogo. 
 
Ficha técnica

Santa Cruz 3

Maycon Cleiton; Toty, Danny Morais, William Alves e Célio Santos (Júnior); Bileu (Tinga), Paulinho e Didira; Jeremias (Chiquinho), Jáderson (Augusto Potiguar) e Pipico (Pipico). Técnico: Itamar Schülle.

Treze/PB 2

Jeferson; Léo Pereira, Breno Calixto, Alisson e Gilmar; Robson (Rezende), Vinícius Barba e Alexandre Santana (Bruno); Edson Carioca (Caxito), Douglas Lima (Tales) e Ermínio (Frontini). Técnico: Moacir Júnior.

Local: estádio do Arruda (Recife/PE)
Arbitragem: Paulo Renato Moreira da Silva Coelho.  Assistentes: Diogo Carvalho Silva e Daniel de Oliveira Alves Pereira (trio do RJ).
Gols: Ermínio (aos 10’ 1º T), Paulinho (aos 16’ 1º T ), Douglas Limas (aos 29’ 2º T) e Chiquinho (aos 45’ 2º T).
Cartões amarelos: Paulinho (STA), Robson (TRZ), Bileu (STA), Toty (STA).

Do Portal FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top