Em meio à crise, Santa arrecada pouco mais de R$ 24 mil em jogo virtual

Estádio do Arruda (Foto: Alexandre Aroeira / Folha de Pernambuco)

Chegou ao fim nesta sexta-feira (15) a campanha “Reviver o Arruda”, criada pelo departamento de marketing do Santa Cruz para arrecadar fundos, que serão destinados ao pagamento do salário de funcionários e colaboradores do clube. Ao todo, 1.445 mil ingressos virtuais foram vendidos, em alusão ao amistoso empatado em 0x0 entre Santa x Flamengo, no dia 04 de julho de 1972, na inauguração do José do Rego Maciel, enquanto que R$ 24.729 mil foi arrecadado com as vendas online, sendo R$ 17.310 mil destinado ao clube e os outros R$ 7.418 mil às instituições parceiras da Cobra Coral empenhadas no combate à Covid-19 em Pernambuco.

De acordo com Guilherme Leite, diretor de marketing do Santa, grande parte do montante angariado já chegou ao Arruda para o pagamento de salários. Sem dar detalhes, o dirigente confirmou outras iniciativas para continuar o recolhimento de receitas, em meio à pandemia do novo coronavírus. Em outro momento, Guilherme, inclusive, destacou que o valor captado com o “Reviver o Arruda” será integrado à receita de arrecadação dos sócios, que hoje gira em torno de R$ 90 mil, depois da queda brusca de 74% no quadro associativo coral, e ao valor adquirido com a comercialização das máscaras personalizadas. 

Como funcionou?
A iniciativa funcionou como uma espécie de jogo virtual, em que a torcida adquiriu ingressos simbólicos do amistoso entre Santa Cruz x Flamengo, ainda podendo ajudar o clube a mitigar o momento de crise enfrentado ao comprar bilhetes que estavam à venda de R$ 10 a R$ 80. Em 1972, faltou espaço no concreto batido do Arruda, no qual mais de 62 mil tricolores lotaram a arquibancada inferior do estádio. A ideia da campanha era superar o número de espectadores da partida presencial. Apesar da expectativa não ter sido alcançada, o resultado já foi de bom gosto ao clube, que viu, mais uma vez, a torcida chegar junto no momento de dificuldade.

Do Portal FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top