Polícia Federal em Caruaru deflagra Operação Raposa para desarticular grupo criminoso no Agreste de Pernambuco

Foto: Polícia Federal/Divulgação

Atualizado às 9h43

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (21) a Operação Raposa, com o objetivo de desarticular grupo criminoso especializado no tráfico de drogas no Agreste pernambucano. Participaram da ação 75 agentes federais e 18 policiais militares do 15º BPM, de Belo Jardim, e 4º BPM, em Caruaru.

Foram cumpridos 13 Mandados de Prisão Preventiva e 13 Mandados de Busca e Apreensão em Caruaru, São Caetano, Bezerros e Limoeiro, expedidos pela Vara Única da Comarca de São Caetano. Também foram cumpridos Mandados de Prisão Preventiva nas Penitenciárias Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, e Desembargador Ênio Pessoa, em Limoeiro. Foram presos cinco homens e oito mulheres.

A investigação, que teve início em julho de 2018, identificou a atuação de um grupo criminoso especializado no tráfico de drogas na região dos municípios de São Caetano e Caruaru. No curso da apuração, além de diversas apreensões de entorpecentes, alguns dos principais integrantes do grupo criminoso foram presos e encaminhamos a penitenciárias estaduais localizadas nos municípios de Caruaru e Limoeiro. Ainda assim, os criminosos foram flagrados gerenciando o tráfico de drogas a partir dos estabelecimentos prisionais, por meio de ordens repassadas aos demais membros do grupo por telefones celulares e durante visitas regulares.

Os presos e material apreendido foram levados para a Delegacia da Polícia Federal, em Caruaru, onde serão indiciados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico, cujas penas variam de 5 a 20 anos de reclusão.

A operação foi denominada Raposa, fazendo alusão ao município de São Caetano da Raposa, onde grande parte da quadrilha atuava.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top