Gilmar Dal Pozzo é o novo técnico do Náutico

Técnico Gilmar Dal Pozzo

Gilmar Dal Pozzo está de volta ao Náutico. Nesta segunda (13), o clube confirmou o retorno do treinador, que comandou o Timbu entre os anos de 2015 e 2016. O profissional de 49 anos chega para substituir Márcio Goiano, demitido no último domingo após a derrota da equipe por 1×0 para o Ferroviário/CE, nos Aflitos, pela Série C. Dal Pozzo terá uma segunda chance para alcançar um objetivo que ficou faltando na primeira passagem em solo pernambucano: um acesso de divisão.

“Comandar um clube de expressão e de tradição do futebol brasileiro só me dá alegria e orgulho. Fiquei um tempo parado fazendo cursos e me atualizando, e estou muito motivado para dar continuidade ao trabalho do clube no ano”, disse o treinador, ao site oficial do clube.

Dal Pozzo comandou o Náutico durante a Série B 2015, depois da saída de Lisca. Mesmo engatando uma série de bons resultados na competição, o treinador deixou os pernambucanos na quinta posição, uma abaixo do G4 que assegurava um lugar na Série A 2016. O bom trabalho, contudo, rendeu a permanência para o ano seguinte. Mas as eliminações na Copa do Brasil (Vitória da Conquista) e Campeonato Pernambuco (Santa Cruz) culminaram na demissão do profissional. Ao todo, no Alvirrubro, foram 28 partidas, com 15 vitórias, sete empates e seis derrotas. Aproveitamento de 61,9%

“Realmente essa boa campanha na primeira passagem, o quase acesso de 2015, me motivou a voltar. Tive uma identificação com a torcida e com a diretoria. Mas o fator mais determinante foi poder comandar o Náutico nos Aflitos, a nossa casa. Por várias vezes fui jogar lá como atleta e sei como é difícil. Temos que tirar proveito disso, fazer um bom trabalho e conseguir os objetivos”, explicou. 

Para o vice-presidente de futebol do clube, Diógenes Braga, Dal Pozzo se encaixa no perfil de treinador desejado pelo clube. “Chegamos ao consenso de que Gilmar tem a capacidade de dar continuidade ao projeto. É preciso que o nível de comando se mantenha. Não vamos voltar à estaca zero. Tive a felicidade de trazê-lo em 2015, quando fizemos uma campanha de recuperação na Série B. Ele sempre me falou que gostaria de ter a oportunidade de cobrir aquela frustração. Que venha esse ano”.

O último trabalho de Dal Pozzo foi no Brasil de Pelotas/RS, na Série B do ano passado. O treinador também já comandou Veranópolis, Novo Hamburgo, Chapecoense, Criciúma, ABC, Paysandu, Ceará e Juventude.

Do Portal FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top