Náutico empata em 1×1 e avança na Copa do Brasil

Foto: Léo Lemos/Náutico/Divulgação

 

De vilão a herói. O zagueiro Camutanga foi o protagonista da classificação do Náutico à próxima fase da Copa do Brasil. Primeiro, falhou no lance que originou o pênalti convertido pelo Cordino. Nos minutos finais, contudo, fez o gol que garantiu o empate em 1×1, no Castelão, assegurando aos cofres alvirrubros a premiação de R$ 600 mil. O goleiro Bruno, que entrou na vaga de Jefferson, também foi um dos responsáveis pelo resultado. O time aguarda agora o adversário na segunda etapa do torneio, que sairá em instantes após o fim do confronto entre Fluminense/BA e Santa Cruz.

Após dois jogos apostando no esquema com três volantes, o técnico Roberto Fernandes abdicou da postura mais defensiva, tirando um marcador, Hygor, e colocando Tharcysio, atacante formado nas categorias de base. O Timbu começou explorando o lado direito da defesa maranhense. Gabriel Araújo apareceu em dois bons momentos na linha de fundo, mas ninguém concluiu em gol. Os erros no passe final minavam qualquer possibilidade de finalização perigosa dos visitantes.
Na partida passada, contra do Vitória/PE, bastou o primeiro vacilo da zaga alvirrubra para o adversário abrir o placar. Diante do Cordino, a história se repetiu. Camutanga perdeu a bola dentro da área e Piupiu chutou no travessão. No rebote, Kelson foi derrubado por Breno. Ulisses cobrou o pênalti com categoria para fazer 1×0.

Precisando reagir, o Náutico voltou do intervalo com o experiente Daniel Bueno na vaga de Tharcysio. Na defesa, uma perda importante para os alvirrubros: o goleiro Jefferson sentiu a coxa direita e precisou ser substituído por Bruno.

O Timbu pressionou por todo o segundo tempo. Wallace Pernambuco e Thiago Ennes tiveram oportunidade de igualar o marcador, mas a reviravolta na partida veio de quem menos se esperava: Camutanga. O zagueiro, que estava saindo do Maranhão como um dos vilões da eliminação, se redimiu. Wallace cobrou falta na área e o defensor desviou para empatar o jogo em 1×1. Bruno, com duas defesas importantes nos lances derradeiros, também ajudou a selar a classificação do Timbu à segunda fase da Copa do Brasil.

Cordino/MA 1

Alberto; Michel, Da Silva, Emerson e Renan (Matheus); Júnior Negão, André (Gualberto), Ulisses,e Kelson (Alisson); Regis Pitbull e Jonas Piupiu. Técnico: Wemersson de Carvalho.

Náutico 1

Jefferson (Bruno); Thiago Ennes, Breno Calixto, Camutanga e Kevyn; Josa (Robinho), Negretti, Clebinho e Gabriel Araújo; Wallace Pernambucano e Tharcysio (Daniel Bueno).Técnico: Roberto Fernandes

Local: Castelão (São Luís/MA)
Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA). Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias e Rafael Bastos Cardoso (ambos do PA).
Gols: Ulisses (aos 29 do 1ºT) e Camutanga (aos 37 do 2ºT)
Cartões amarelos: Piu Piu (C); Camutanga, Wallace (N)
Renda: R$ 1.695,00
Público: 272 torcedores

Do Portal FolhaPE

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top