Cinema e Educação têm espaço garantido no 12º Curta Taquary – Rádio Liberdade
Agenda Cultural Últimas Notícias

Cinema e Educação têm espaço garantido no 12º Curta Taquary

Estão abertas as inscrições para o 3º Encontro de Cinema e Educação. O evento faz parte da programação do 12º Curta Taquary, que acontece em Taquaritinga do Norte de 22 a 27 de abril. O Encontro de Cinema e Educação é voltado para professoras/es, estudantes, arte-educadoras/es, cineastas, cineclubistas e pessoas interessadas no tema e a inscrição é gratuita. As atividades serão realizadas no dia 25 de abril de 2019, das 8h às 17h, na Câmara de Vereadores de Taquaritinga do Norte.

A programação conta com apresentação de curtas e duas mesas. Cinema e ensino: da produção à exibição e reflexão é o tema da mesa que acontecerá das 9h às 12h. Já à tarde, a partir das 13h30 tem a Mostra de Curtas dos projetos que os palestrantes estão envolvidos e às 14h30 tem mais uma mesa que vai debater sobre Identidades étnico-raciais: a contribuição audiovisual. Para a organizadora do evento, Amanda Ramos, discutir cinema e educação é de suma importância devido ao desconhecimento de uma lei nacional que determina o uso do audiovisual nas escolas. ”Em 2014 tem aprovação da Lei do Audiovisual nas escolas (Lei 13.006), lei nacional muito pouco conhecida,  infelizmente, e essa lei trata da obrigatoriedade do cinema nas escolas, tanto pública quantos particulares, de todo o Brasil. Então, a gente tem aí, uma obrigatoriedade de exibir, pelo menos, duas horas de cinema nacional nas escolas e isso é completamente desconhecido.  Daí surge a necessidade do encontro de cinema e educação para discutir como trabalhar o audiovisual em sala de aula”, explicou Amanda.

Na primeira mesa, que vai debater sobre cinema e ensino: da produção à exibição e reflexão, há pessoas da área de produção de filmes, há representante da Rede Latino Americana de educação e Cinema, além de um coordenador de curso, para debater sobre o uso de filmes em sala de aula, seja por meio da produção, da exibição e/ou da reflexão. Os palestrantes são:  Jane Pinheiro (RedeKino – Rede Latino-Americana de Cinema e Educação), Kátia Klock (EducaDoc; CurtaDoc / SC), Luiz Joaquim (Cinema e Audiovisual AESO), Virgínia Gualberto (Projeto Cinestésico – Cinema e Educação / PB) e Andrielle Pereira, professora da rede estadual e mestre em educação contemporânea pela UFPE/CAA

A segunda mesa, que será à tarde, traz temas ligados ao tema central do Curta Taquary que em 2019 é “Ancestralidade e a Formação do Povo Brasileiro”. Na mesa sobre Identidades étnico-raciais: a contribuição audiovisual há representantes de comunidades indígenas que trabalham com audiovisual, pesquisadores e produtores de audiovisual. Vão compor a mesa Bruno Matos Fulni-ô (Realizador Indígena), Iris Regina (Pesquisadora), Felipe Peres Calheiros (Tankalé), Henrique Didimo (Escola de Cinema Indígena Jenipapo-Kanindé – CE), Rita Carelli (Vídeo nas Aldeias), com mediação: Graci Guarani (Itinerância Curta Taquary / Cinema de Índio). Para Felipe Peres Calheiros, o encontro pode provocar o estímulo e o questionamento: “Com o uso crescente dos celulares e outros dispositivos, e a massificação da produção audiovisual, torna-se cada vez mais importante debater como os diversos territórios e pessoas podem se relacionar com essa nova realidade. Oferecer uma reflexão crítica sobre as possibilidades de uso e de linguagem, respeitando as especificidades étnico-raciais, pode inclusive estimular outras expressões artísticas e questionar novas colonizações e genocídios culturais em curso”.

Deixe seu comentário