Santa volta a perder para o Jacuipense na Série D e deixa G4 do grupo A4

Santa Cruz 0x2 Jacuipense, no Arruda – Foto: Evelyn Fotografias/SCFC

Um mês e quatro dias depois, o Santa Cruz voltou a perder na Série D do Campeonato Brasileiro. E, de quebra, para o mesmo time responsável pelo último revés coral na competição. Para 20 mil tricolores que foram ao Arruda, na tarde deste domingo (19), o Tricolor foi derrotado pelo placar de 2×0, para o Jacuipense, em encontro válido pela 10ª rodada do certame nacional. Com o resultado negativo, a equipe pernambucana saiu do G4 do grupo A4, estacionando nos 12 pontos e caindo para a 5ª posição, sendo ultrapassado pelo Jacupa, que chegou aos 14 pontos.

Com o apoio do seu torcedor, o Santa foi superior ao Jacuipense durante grande parte do primeiro tempo. No entanto, parecia faltar concentração para os atletas corais. Principalmente na hora de finalizar as jogadas. Foram diversas chances desperdiçadas nos 45 minutos iniciais, que foram deixando os tricolores irritados nas arquibancadas. Em rara oportunidade, os visitantes aproveitaram para abrir o placar, aos 19. Após belo contra-ataque, Thiaguinho recebeu de Joilson em profundidade e tocou no canto de Jefferson para fazer 1×0.

Logo após o tento sofrido, a Cobra Coral teve duas boas chances de empatar. Na melhor delas, Macena saiu de três marcadores e ficou cara a cara com Mota. O atacante demorou na hora de finalizar e viu a zaga afastar o perigo.

Na volta do intervalo, Martelotte sacou Fabrício e lançou Lucas Silva no ataque coral, buscando dar mais mobilidade ao setor. Entretanto, a estratégia foi por água abaixo logo aos seis minutos, em bobeada da zaga tricolor. Newton fez o que quis com o sistema defensivo coral, deixou Ratinho na saudade e tocou para Robinho. Livre, o atacante fintou Jefferson e ampliou o marcador.

Na base do desespero, o Santa voltou a criar boas chances para ganhar fôlego na partida, mas o nervosismo atrapalhava os atletas na hora de tirar o dez. Empilhando oportunidades perdidas, Macena desperdiçou uma na pequena área, livre de marcação, cabeceando para fora. E quando Hugo Cabral conseguiu balançar as redes, viu o bandeira assinalar impedimento no lance.

Informações do Portal FolhaPE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top
error: O conteúdo está protegido !!