Dietas restritivas podem interferir na imunidade contra a Covid-19

Foto: Divulgação

Enquanto os pesquisadores correm contra o tempo para que estudos sejam cada vez mais eficazes acerca da COVID-19, as pessoas têm muitas dúvidas sobre como proceder para minimizar os sintomas.

Com a obesidade sendo um dos grupos de risco, as pessoas tendem muitas vezes recorrer a dietas restritivas para emagrecer saindo assim do grupo de risco, mas ao fazer isso elas podem estar piorando ainda mais a própria situação.

A alimentação equilibrada é um dos fatores mais importantes para a prevenção do Covid-19 e ao restringir seu cardápio alimentar corre o risco de fazer o efeito inverso do esperado, trazendo danos à saúde.

“Acontece que as dietas restritivas podem fazer tão mal quanto o excesso de peso, gerando estresse desnecessário ao organismo e privando o sistema imunológico de alguns nutrientes essenciais. Ou seja, além de não ajudar, dietas restritivas podem piorar o prognóstico da COVID 19”, ressalta a nutricionista e professora do curso de Nutrição do UniFavip, Paula Brielle. 

Em contrapartida, os alimentos podem ser grandes aliados para fortalecer a imunidade da população em geral. “Alguns nutrientes têm potencial para aumentar o sistema imunológico e assim, prevenir que a Covid-19 se agrave caso a pessoa seja contaminada”. Para entender melhor quais são os nutrientes citados pela nutricionista, ela listou alguns. Confira:  

– Magnésio e zinco: dois minerais encontrados nas castanhas e nos vegetais verde escuros, juntos regulam mais de 150 reações químicas no corpo, incluindo as de defesa.

– Ômega 3: suplemento alimentar muito importante pela ação anti-inflamatória, o que pode por exemplo, diminuir sintomas graves caso a pessoa contraia a doença. 

– Vitamina D: também chamada de hormônio D por alguns cientistas, pode ser encontrada por suplementação ou banho de sol. Essa vitamina regula, desde processos imunológicos, até o nosso metabolismo e ganho de peso. É muito importante em todas as fases da vida, não só para melhorar a imunidade, mas para a saúde no geral. 

– Proteínas: nossos anticorpos são proteínas, então, para produzir essas moléculas, é necessária uma boa ingestão de proteínas por dia. As de melhor qualidade são aquelas com baixo teor de gordura como carnes magras, peixes e ovos cozidos. Proteínas também são importantes para a reparação de tecidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top