Fundação de Cultura de Caruaru promove reuniões com orientações para o edital da Lei Aldir Blanc

A Fundação de Cultura, promove esta semana reuniões com orientações para quem deseja se inscrever no novo edital da Lei Aldir Blanc. O Prêmio “Cultura para Emergir – Reconhecimento Cultural Edmilson do Pífano” é voltado para os agentes culturais, artistas em geral, trios de forró, grupos musicais, grupos de dança, quadrilhas juninas, artesãos e batalhões de bacamarteiros do município que não foram contemplados em nenhum outro edital ou pelo subsídio mensal da Lei Aldir Blanc.

Os encontros acontecerão por segmentos na Fundação de Cultura de Caruaru, localizado no Espaço Cultural Tancredo Neves, a partir das 19h. É importante lembrar que é necessário cumprir os procedimentos de segurança sanitária devido à pandemia, como uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento. Segue a ordem das reuniões: Trios de Forró (segunda-feira, 11); grupos ou bandas musicais (terça-feira, 12); agentes individuais/artistas em geral (quarta-feira, 13); batalhões de bacamarteiros (quinta-feira, 14); grupos de dança/quadrilhas (sexta-feira,15).

Edital
As inscrições já estão abertas e seguem até o dia 20 de janeiro. Elas deverão ser feitas, preferencialmente de forma virtual, pelo e-mail premioparaemergircultural@gmail.com; ou presencial, de segunda a sexta, das 8h às 13h, na sede da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, na Gerência de Cultura. O edital, assim como o formulário de inscrição e outros anexos, podem ser conferidos no site da Prefeitura de Caruaru (https://caruaru.pe.gov.br/lei-aldir-blanc/)

Para poder concorrer, tanto pessoas físicas quanto jurídicas, é necessário estar cadastrado no Cadastro Cultural de Caruaru. O cadastro poderá ser feito pelo link
(http://cadastrocultural.caruaru.pe.gov.br).

Este edital destina R$ 848.300,00 para iniciativas que visam fortalecer e dar visibilidade aos trabalhadores da cultura caruaruense. Ele respeita a Lei Federal n° 14.017/2020, que destinou R$ 3 bilhões à cultura nacional e reconhece o caráter emergencial das ações, o Decreto Federal n° 10.464/2020 e o Decreto Municipal 104/2020. O documento faz homenagem ao músico e compositor Edmilson do Pífano, que tinha quase 50 anos de trajetória artística, mais de 25 discos e centenas de composições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top