SDS registra redução de 29% nos roubos no mês de novembro em Pernambuco

Foto: SDS/Divulgação

Os Crimes Violentos contra o Patrimônio (CVPs), que englobam os roubos de celulares, cargas, veículos, bancos, assaltos a transeuntes e outras formas de subtração de bens, continuam sua trajetória descendente em todo o Estado de Pernambuco. Com mais uma queda registrada em novembro de 2020, conforme estatísticas da Secretaria de Defesa Social (SDS), já são 39 meses consecutivos de declínio dessa modalidade de crime.

No mês passado, houve 4.066 roubos, 1.674 a menos em comparação a novembro de 2019, com 5.740 registros. Percentualmente, a retração foi de 29,16%. No acumulado do ano, a diminuição é ainda maior: -34,24%. Nos 11 meses de 2020, foram notificados às polícias 48.603 crimes patrimoniais, contra 73.907 boletins de ocorrência no mesmo período do ano anterior.

“Este ano tivemos 25.304 CVPs a menos em relação ao ano passado. Esse não é só um dado estatístico. Significa que um grande volume de pessoas deixou de ser vítima da criminalidade, de perder algum bem conquistado com muito esforço e, principalmente, de passar pelo trauma da violência. Temos muitos desafios não superados, mas estamos mantendo a redução dos roubos, iniciada em setembro de 2017, em diversos contextos sociais e épocas. Enfrentamos um grande isolamento social evitando surtos de saques e arrombamentos e, depois, a retomada da atividade econômica com segurança. Seja qual for o momento, especialmente nos mais difíceis, o trabalhador da segurança pública está sempre na linha de frente em defesa da paz social. Aos nossos policiais, bombeiros e servidores, agradecemos pela dedicação. À população, reafirmamos nossa disposição para o trabalho. Para este final de ano, estamos empregando 8.262 policiais militares nas operações Papai Noel, Feira da Sulanca, Magia do Natal e Têxtil, para proporcionar tranquilidade aos consumidores dos centros de compras e feiras de todo o Estado”, informa o secretário de Defesa Social, Antonio de Pádua.

REDUÇÃO EM TODO O TERRITÓRIO – Em novembro, a diminuição dos CVPs ocorreu em todas as regiões do Estado, do Litoral ao Sertão. O maior percentual de queda foi obtido pela Zona da Mata, com -46%,43 (de 644, em novembro de 2019, caiu para 345). Em seguida, vieram o Agreste, com -35,16% (de 1.189 para 771); Sertão, com -30,24% (334 para 233) e Região Metropolitana, com -23,43% (1.737 para 1.330). A cidade do Recife apresentou uma retração de 24,46% (1.836 para 1.387).

NO ACUMULADO, RECIFE LIDERA RECUO NOS CVPs – A capital pernambucana se destacou na diminuição dos crimes violentos patrimoniais no comparativo dos 11 meses de 2020 com o mesmo período do ano passado. Nessa confrontação, o recuo foi de 38,91% (caiu de 26.759 para 16.346. A diferença foi de 10.413 menos crimes). Na sequência, vieram as reduções da Zona da Mata (-33,81%, de 7.117 para 4.711) e do Agreste (33,17%, de 13.830 para 9.242). A RMR teve um declínio de 30,53% (de 22.478 para 15.616) e, fechando a lista, veio o Sertão, com -27,8% (3.723 para 2.688).

ROUBOS DE VEÍCULOS CAEM – Todas as regiões de Pernambuco tiveram redução no roubo de veículos, tanto no mês de novembro como no acumulado do ano, de janeiro a novembro. Neste 11º mês do ano, Pernambuco teve uma redução de 36,85% em ocorrências de roubo de veículos, contabilizando 713 ocorrências contra 1.129 no mesmo mês do ano passado. De janeiro a novembro, Pernambuco apresenta uma retração de 29,33%, caindo de 12.236, em 2019, para 8.647 registros de roubos de veículos neste ano. O Recife foi a região com maior redução no acumulado do ano, diminuindo de 2.813 para 1.808 veículos subtraídos, o que significa -35,73%.

MAIS DE 8,8 MIL CELULARES RECUPERADOS – Com a ajuda do programa Alerta Celular, da SDS, as forças de segurança têm ampliado a apreensão de telefones roubados. Neste mês de novembro foram recuperados 906 aparelhos celulares, de um total de 8.889 no acumulado do ano. O combate aos roubos desses equipamentos em Pernambuco também segue dando resultados, culminando com uma redução de 25,3% entre janeiro e novembro deste ano em relação a 2019, ao cair de 29.187 para 21.816 aparelhos subtraídos. No mês de novembro, houve uma queda neste tipo de crime de 5,8%, diminuindo de 2.173, em 2019, para 2.047, em 2020. A população pode ajudar as Polícias Civil e Militar na recuperação de aparelhos: basta se cadastrar no Alerta Celular, pelo site www.sds.pe.gov.br. Ao registrar o IMEI do telefone e suas informações de contato, quem for vítima de roubo pode ter o aparelho de volta, caso policiais consigam apreendê-lo em abordagem ou operação.

MENOS CARGAS ROUBADAS – No mês de novembro de 2020, o roubo de cargas diminuiu 27%, caindo de 51, em 2019, para 37, em 2020. No acumulado do ano, a redução de roubo de cargas é de 3,2%, com 507 registros neste ano contra 524 no ano passado.

ROUBO A ÔNIBUS EM DECLÍNIO – No acumulado dos últimos onze meses contabilizou-se uma retração de 23,38% nas ocorrências de roubo a ônibus, caindo de 770, em 2019, para 590, em 2020. No último novembro foram registradas 64 ocorrências deste tipo de crime, contra 70 casos no mesmo período de 2019, significando uma diminuição de 8,57%.

BANCOS – As investidas consumadas contra instituições financeiras, entre janeiro e novembro, recuaram em 17% em relação ao mesmo intervalo de 2019, ao sair de 18 para 15 ocorrências. No mês de novembro, houve uma ocorrência de furto a agência bancária, contra nenhum caso no mesmo mês de 2019.

PRODUTIVIDADE POLICIAL – O trabalho integrado entre as Polícias Civil, Militar e Científica resultou, no último mês de novembro, em 5.386 prisões em flagrante, 800 ocorrências de tráfico de entorpecentes, 591 apreensões por ato infracional e 565 armas apreendidas. No acumulado do ano, as forças policiais de Pernambuco apreenderam 6.216 armas, autuaram 51.166 pessoas em flagrante delito e outras 5.916 por ato infracional, além de atuar em 7.715 ocorrências de tráfico por entorpecentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top