Santa Cruz joga mal e perde segunda consecutiva na Série C

Dinei, experiente centroavante do Jacuipense – Foto: Renan Oliveira/E.C. Jacuipense

Já classificado e garantido na liderança do Grupo A da Série C, o Santa Cruz entrou em campo sem muita responsabilidade, mas não soube tomar proveito disso. O Tricolor fez uma partida inconsistente e saiu derrotado pela segunda vez consecutiva no Campeonato Brasileiro. O Jacuipense triunfou diante do Tricolor por 1×0, gol de Levi, pela 17° rodada. 

Jogos em que duas equipes já tem seus caminhos confirmados e sem chance de alteração no rumo da competição costumam ser monótonos. Garantido na segunda fase, o Santa Cruz entrou em Pituaçu para cumprir tabela. O Jacuipense, por outro lado, era o 7º colocado, sem chances de alcançar a quarta posição e ser rebaixado. O que se viu no primeiro tempo foi um jogo sem grandes emoções, mas que também não pode ser considerado como uma partida horrível.

Levemente superior na partida, o Santa levou perigo nos cruzamentos de Perí. O lateral-esquerdo tricolor acertou dois belos cruzamentos que, por pouco, não serviram como assistência para o primeiro gol do jogo. Na primeira ocasião, Pipico subiu e cabeceou pela última linha. Já na segunda, no fim da primeira etapa, foi a vez de Danny Morais cabecear com violência e a bola explodir no travessão.

A movimentação do trio de meias mais avançados do Santa também chamou atenção. Chiquinho, Lourenço e Didira trocavam de lado constantemente, no já tradicional 4-2-3-1 do Tricolor. Mesmo assim, faltou agressividade ao time pernambucano. Como já citado, as laterais, com Toty e Perí, foram o ponto mais positivo da equipe do técnico Martelotte. 

Já o Jacuipense incomodou bastante o Santa com as jogadas do ponta-direita Thiaguinho em parceria com o lateral-direito Ranieri. Esta deficiência do lado esquerdo de defesa tricolor, inclusive, é um dos desafios de Martelotte para a segunda fase da Série C. A presença de Perí, ao invés de Leonan, melhorou a marcação no setor. Porém, Didira e Chiquinho não ajudaram o lateral-esquerdo e ele teve que se virar sozinho por lá.

A segunda etapa já registrou um futebol mais modesto de ambas equipes. Com pouca infiltração e criatividade, Santa Cruz e Jacuipense quase não levaram perigo aos respectivos goleiros. Porém, quando tudo indicava que a partida não sairia do zero, Maycon Cleiton errou a saída com os pés e Levi entrou livre para garantir a vitória dos baianos.

Informações do Portal FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top