Professores da rede estadual decretam estado de greve em Pernambuco

Foto: Helenivaldo Pereira/Arquivo Liberdade

Os professores da rede estadual de ensino de Pernambuco decretaram estado de greve, em assembleia realizada nesta quinta-feira (24). Cerca de 2 mil profissionais participaram da reunião remota, promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco (Sintepe).

Com a decisão, os profissionais optaram por não retornar às atividades presenciais em 6 de outubro, conforme anunciado na última segunda-feira (21) pelo Governo do Estado.

Um dos primeiros setores a suspender as atividades logo no início da pandemia da covid-19, as escolas de Pernambuco estão com as aulas presenciais interrompidas desde 18 de março. Após pouco mais de seis meses de suspensão, o Estado anunciou, a retomada. 

NOTA DO SINTEPE

Estado de Greve

Em Assembleia Geral virtual realizada na tarde desta quinta-feira, 24 de setembro de 2020, Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação, representados pelo Sintepe, aprovaram os seguintes encaminhamentos:

1. Não retornar às atividades presenciais na rede estadual de ensino;

2. Divulgar amplamente o parecer da Rede Solidária em Defesa da Vida contra o retorno às aulas presenciais no Estado de Pernambuco;

3. Entrar com ação jurídica contra o retorno às atividades presenciais na rede estadual de ensino;

4. Estado de Greve;

5. Participar de reunião com a Secretaria de Educação na próxima segunda-feira, 28 de setembro;

6. Realizar mais uma Assembleia Geral virtual na quarta-feira, 30 de setembro às 14h30;

O Sintepe solicita que Trabalhadores/as em Educação de demais interessados/as acompanhem às redes sociais do Sindicato para permanecerem informados. 

A direção

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top