Pernambuco notifica segunda morte de criança por Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica

Foto: Leo Motta/ Arquivo Folha

A Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica (SIM-P) causou a morte de outra criança em Pernambuco, de acordo com o boletim divulgado pela Secretaria de Saúde do Estado (SES-PE), nesta quarta-feira (16). O quadro acomete crianças e adolescentes e é temporalmente ligado à Covid-19 como fator apresentado após a manifestação do vírus. A criança que faleceu era do sexo feminino, com 1 ano e 11 meses, e, infelizmente, se tornou a segunda vítima fatal da síndrome no Estado. Ainda na atualização da SES-PE, foi notificado outro caso da síndrome, que já alcançou a cura e evoluiu para alta hospitalar. Até o momento, Pernambuco contabiliza 18 casos da doença.

Os dados sobre casos da SIM-P em Pernambuco estão sendo atualizados em todas as unidades de saúde do Estado. Isso porque a notificação da síndrome, que é ligada temporalmente ao pós-contágio pelo novo coronavírus em crianças, foi instituída em agosto. Dos casos notificados no Estado, 16 já evoluíram para a cura e alta hospitalar. Dois casos foram fatais. 

Todas as crianças que apresentaram a síndrome tiveram resultado positivo para Covid-19. Do total de casos, 16 são de Pernambuco – Recife (5; entre eles, 2 óbitos), Caruaru (2), Ipojuca (1), Jaboatão dos Guararapes (1), Goiana (1), Sirinhaém (1), Joaquim Nabuco (1), Limoeiro (1), Timbaúba (1), Flores (1),Santa Cruz do Capibaribe (1) – e 2 de outros estados (Alagoas e Piauí), mas que procuraram atendimento médico no Estado.

A morte notificada nesta quarta-feira (16) foi de uma paciente, residente no Recife, que faleceu no início de agosto. O outro caso também informado neste boletim, que recebeu alta no início de julho, foi de uma menina de 3 anos também da capital pernambucana. A descoberta da morte por conta da SIM-P aconteceu graças a reavaliação de ocorrências, realizada nos serviços de saúde. Dos casos registrados até o momento, 8 são do sexo masculino e 10 do feminino, com idades entre 1 e 13 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top