Momento no Santa é de ajustes e acertos para manter ‘saldo positivo’

Buscando a reabilitação do baque sofrido na última rodada, o Santa Cruz acerta os últimos detalhes para a partida deste domingo (13), ante o Remo/PA, pela Série C. Para manter o time bem posicionado na tabela, Marcelo Martelotte, que fará sua estreia à frente da equipe nesta temporada, terá como missão inicial ajustar erros técnicos no coletivo, estabilizar o setor ofensivo, e seguir na busca por reforços para as posições ainda carentes. Não será tarefa fácil e, como “munição”, o treinador deve contar com o entrosamento do elenco para conseguir terminar o ano com feitos bem sucedidos. 

No ataque, a exigência por gols cresce ao passo em que a competição vai ficando mais difícil. O Tricolor beira quase dois meses sem ter seus homens de frente balançando as redes, com Pipico machucado há quase um mês e Victor Rangel, seu substituto direto, ainda apresentando desempenho abaixo do esperado.

As premissas não param por aí, porque alguns fundamentos muito mais psicológicos também andam em falta no Arruda: paciência e capricho na condução das jogadas ofensivas e na criação de chances de gol. E apesar de mascarada pelos bons resultados até aqui conquistados, a ausência desses fundamentos não se restringiu ao último jogo, quando a Cobra Coral perdeu a invencibilidade de 12 jogos ante o Vila Nova. 

Do Portal FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top