Após assembleia virtual, bancários de Pernambuco aprovam estado de greve

Foto: Helenivaldo Pereira/Arquivo Liberdade

Os bancários de Pernambuco decidiram entrar em estado de greve após assembleia virtual realizada nesta quinta-feira (27). A medida é uma espécie de alerta para uma possível paralisação dos trabalhos, seja parcial ou total. Além disso, com 96,4% dos votos, os bancários também transformaram oficialmente a assembleia extraordinária em assembleia permanente.

Até o momento, os representantes dos bancos insistiram no reajuste zero para 2020, proposta que vem sendo rechaçada pelos bancários. Propuseram, também, um abono de 1.656 reais para este ano e, para o ano que vem, a proposta apresentada foi de repor 70% da inflação pelo índice do INPC a partir de 1º de setembro e os outros 30% depois de seis meses.

O Comando Nacional cobra reajuste para o ano corrente, pois alega que, apesar da pandemia, o setor financeiro é o mais lucrativo do país. As negociações entre o Comando Nacional dos Bancários e a Fenaban ainda estão em andamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top