Na Ressacada, Náutico perde por 3×1 para o Avaí

A estreia do Náutico não foi como os torcedores esperavam. No início de noite deste sbaádo 98), no estádios da Ressacada, o Náutico perdeu por 3×1 para o Avaí. Os gols do Leão foram marcados por Gastón Rodriguez (duas vezes) e Carlão (contra), pelo lado do Timbu, Kieza descontou.

Com jogadores conhecidos e que já fizeram algum sucesso no futebol brasileiro, o Avaí foi amplamente superior ao Náutico na primeira etapa. O maior domínio do clube catarinense se deu principalmente pela atuação do meio de campo do Leão. A falta de proteção defensiva dos volantes do Timbu facilitaram bastante o maior envolvimento dos comandados de Geninho na partida.

Mesmo assim, o Náutico foi quem teve a primeira oportunidade de gol. Aos cinco minutos do primeiro tempo, Jorge Henrique deu ótimo passe e de frente com o goleiro Kieza finalizou para a última linha. Esta, no entanto, foi a única chance do Alvirrubro.

Depois dessa primeira investida, o Avaí tomou conta do jogo e empilhou oportunidades. O primeiro gol da partida veio aos 25 minutos do primeiro tempo. Após o escanteio cobrado por Valdívia, Salinas desviou e Gastón Rodriguez mandou para o fundo das redes. 

O segundo gol do Leão foi marcado após infelicidade do zagueiro Carlão. O jogador revelado pelas categorias de base do Timbu tentou tirar a bola após bela cobrança de falta de Valdívia e acabou marcando contra.

Para o segundo tempo, Gilmar Dal Pozzo mexeu no time e alçou Jean Carlos e Erick ao jogo. Os atletas entraram no lugar de Thiago e Jorge Henrique e deram uma sustentação ofensivo maior ao time.

Criando mais, o Náutico conseguiu empurrar o Avaí para a defesa. Dessa forma, o Timbu conseguiu esconder seu piores defeitos: a proteção à zaga e a própria defesa. Além disso, o Avaí tinham ótimos nomes no meio de campo em termos ofensivo, os mesmos que dominaram a primeira etapa, mas defensivamente só Ralf se destaca. Valdívia é um meia que pouco marca e Bruno Silva é lento.

Assim, Willian Simões acertou ótimo cruzamento para Kieza, que subiu entre os defensores do Avaí e descontou para o Náutico. Nos acréscimos, porém, Gastón Ramírez recebeu ótimo passe e finalizou na saída do goleiro Jefferson. Este foi o egundo gol do uruguaio na partida.

Se a vitória não veio, fica a expectativa da repetição da forma que o time atuou na segunda etapa deste jogo. Jean Carlos, inclusive, mostrou mais uma vez que é indispensável e insubstituível neste time. A entrada do meia deu fluidez à construção de jogo do timbu e consequentemente mais oportunidades de gols.

Do Portal FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top