Sete pessoas são assassinadas em 24 horas em Pernambuco e acidentes deixam duas vítimas fatais no Agreste

Foto: Jota Lima

Registrados 7 homicídios nesta quinta-feira (02) em Pernambuco. No mês de julho são 17 assassinatos no Estado e no ano, de janeiro até agora, 1.971 crimes.

Em Santa Cruz do Capibaribe, um ex-presidiário foi executado a tiros. José Renato Honório Sobrinho tinha 31 anos. O crime aconteceu na Avenida Antônio Ferreira Ramos, bairro Bela Vista. A vítima estava sentada em frente a uma residência quando foi atingida por tiros de pistola na cabeça. O crime foi praticado por desconhecidos em um carro. José Renato já tinha preso por receptação e associação criminosa. Atualmente ele negociava com motos.

Em Gravatá, um homem foi baleado no Loteamento Vilar de Matos. Tiago José Teixeira da Silva, 28 anos, foi socorrido e morreu no hospital da cidade. Ele estava na frente da casa onde morava quando foi atingido pelos disparos de arma de fogo.

Em Caruaru, houve uma tentativa de homicídio. Um homem foi baleado no bairro José Liberato. Luan Fagner da Silva, 26 anos, foi socorrido pelo Samu para o Hospital Regional do Agreste (HRA).

Foto: Reprodução/WhatsApp

Acidentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou 5 acidentes em rodovias federais de Pernambuco, no plantão 24 horas. Cinco pessoas ficaram feridas.

Na BR-232, em Caruaru, dois veículos foram interceptados e em um deles foram apreendidos 28 quilos e meio de maconha. Quatro pessoas foram presas. A droga vinha de Cabrobó, no Sertão, e seria levada para o Recife.

Em Frei Miguelinho, uma mulher morreu atropelada em uma estrada de terra nas proximidades do Sítio Ventura, zona rural do município. Evalda Lucena de Souza, 52 anos, caiu da moto que conduzia e foi atingida por um caminhão carregado com pedras. Ela teve a cabeça esmagada.

Em Brejo da Madre de Deus, também aconteceu acidente com vítima fatal. O agricultor identificado por Anailton, de 31 anos, morreu ao cair da moto que conduzia na estrada de terra entre os Sítios Juá e Arara, zona rural do município. Ele não usava capacete e bateu a cabeça no chão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top