Ministério da Saúde cancela “Dia D” de mobilização da vacina contra gripe

O Ministério da Saúde cancelou o “Dia D” de mobilização da campanha de vacinação contra a gripe, que estava previsto para o próximo sábado (09). Entre os motivos da medida, estão o momento atual da Covid-19 no País, a população-alvo a ser vacinada, a disponibilidade e o cronograma de entrega da vacina influenza pelo laboratório produtor, bem como a distribuição gradual da vacina aos estados e municípios.

Já as demais datas estão mantidas. Após a alteração no calendário, a terceira fase, que foi dividida em duas etapas, começa na segunda-feira (11), para crianças de seis meses a menos de seis anos, gestantes, puérperas e pessoas com deficiência. De 18 de maio a 5 de junho, quando se encerra a campanha, serão vacinados os professores e adultos com idade de 55 a 59 anos.

Em Caruaru, até esta segunda-feira (04), foram aplicadas 55.592 doses da vacina pela Secretaria Municipal de Saúde. O grupo prioritário desta etapa são os portadores de doenças crônicas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, indivíduos privados de liberdade, caminhoneiros, motoristas do transporte coletivo e trabalhadores portuários. É obrigatória a comprovação da profissão, idade ou laudo médico, conforme o grupo que o usuário se enquadrar.

A meta é vacinar pelo menos 90% de cada grupo prioritário. As unidades básicas de saúde de Caruaru funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 16h30. Além disso, ainda existe a possibilidade da vacinação noturna, que acontece no período de 17h às 19h, diariamente, nos postos de saúde da família: Vassoural I, II e III, São João da Escócia I, III e IV, Unidade escola Dr. Vieira e Santa Rosa II, III e IV. Nas segundas e quartas no PSF Nova Caruaru; nas terças e quintas no PSF Rendeiras; nas segundas e quartas, no PSF Sinhazinha e nas quartas-feiras, no PSF Maria Auxiliadora.

As pessoas dos grupos de risco das fases anteriores, como idosos, profissionais da saúde, policiais e bombeiros, podem continuar se vacinando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top