Sport é batido pelo Guarani com gol no último minuto

Foto: Wagner Souza/Futura Press/Folhapress

Castigado pela apatia, o Sport acabou sendo derrotado pelo Guarani com um gol nos acréscimos, na noite desta quinta-feira (31), no Brinco de Ouro de Princesa. Apesar da derrota, os rubro-negros permanecem na segunda colocação, com 56 pontos, mas seca os rivais para se manter com oito pontos de distância para o quinto colocado. Restando mais seis jogos na Série B, o Leão tenta a reabilitação na próxima segunda-feira (04), contra o Coritiba, fora de casa.

Dentro de campo, poucas emoções. Se de um lado a falta de técnica emperrava o Guarani, do outro a segurança na tábua de classificação fazia o Sport se acomodar no gramado. A objetividade e ousadia leonina era praticamente zero, agravada pela má atuação de Leandrinho, peça fundamental para distribuir o jogo ofensivo dos pernambucanos.

Neste cenário, a primeira boa boa chance tinha que ser mesmo do Bugre. Em duelo mano a mano com o zagueiro, o atacante Matheus Davó limpou Rafael Thyere e bateu com categoria, mas a bola passou raspando com Luan Polli já vencido no lance.

Preguiçoso e sem inspiração, o Leão continuava assistindo o Bugre jogar. Aos 25, Arthur Rezende acertou o travessão após falta cobrada. Aos 38, foi a vez de Davó, o melhor em campo na primeira etapa, assustar novamente. Após falha de Sander, o atacante campineiro acertou um lindo chute, mas errou o alvo por centímetros. Para não passar em branco, os rubro-negros finalizaram a primeira bola nos descontos, em chute fraco de Sander.

Na etapa final, um ensaio de mudança de postura. Com apenas cinco minutos, Charles aproveitou cruzamento de Guilherme e cabeceou na trave, quase abrindo o placar. Porém, ficou apenas no fogo de palha. De chance real mesmo, o Sport chegou apenas aos 35 minutos, com Hyuri chutando por cima após lindo passe de Charles. Aos 40, um verdadeiro milagre em Campinas, com Luan Polli fazendo defesa fantástica após chute de Matheus Davó.

Nos acréscimos, não teve mais milagre. Após nova falha da defesa leonina, Diego Cardoso bateu forte e decretou a vitória bugrina.

Ficha técnica:

Guarani 1
Jefferson; Lenon, Bruno Silva, Diego Giaretta e Thallyson; Marcelo (Ricardinho), Rondinelly (Diego Cardoso), Arthur Rezende e Lucas Crispim; Davó e Michel Douglas (Nando). Técnico: Thiago Carpini

Sport 0
Luan Polli; Norberto (Brunos Peres), Rafael Thyere, Adryelson e Sander; Willian Farias, Charles e Leandrinho (Pedro Carmona); Hyuri, Guilherme e Hernane Brocador. Técnico: Guto Ferreira

Local: Brinco de Ouro (Campinas/SP).
Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA). Assistentes: Helcio Araujo Neves (PA) e Marcio Gleidson Correia Dias (PA).
Gol: Diego Cardoso (aos 49 do 2ºT).
Cartões amarelos: Lucas Crispim (Guarani). Willian Farias e Leandrinho (Sport). Público: 3.329. Renda: R$ 44.075,00.

Do Portal FolhaPE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top