Lula não se entrega no prazo estipulado por Moro; ex-presidente negocia termos de rendição

Foto: Guito Moreto / Agência O Globo

O ex-presidente Lula não cumpriu o prazo estipulado pelo juiz Sergio Moro e não se entregou a Polícia Federal até as cinco horas da tarde desta sexta-feira (06). O petista continua reunido com apoiadores no sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo.

Ainda não existe uma definição sobre qual atitude será tomada pelo ex-presidente. No entanto, os advogados de defesa abriram negociação com a Polícia Federal. De acordo com o delegado da PF Igor Romário de Paula, as negociações têm a intenção de evitar confrontos, já que o ex-presidente está cercado por apoiadores e correligionários no Sindicato dos Metalúrgicos. O delegado aponta como remota a chance de a Polícia Federal entrar no local para prender o ex-presidente.

Segundo a assessoria de imprensa da 13ª Vara Federal do Paraná, o ex-presidente Lula não pode ser considerado foragido e também não terá descumprido ordem judicial ao não se apresentar depois deste horário.

A defesa do ex-presidente aproveitou para entrar com mais um recurso no STF para tentar evitar a prisão do petista. A ação está nas mãos do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na Corte.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top