Ex-presidente do BB e da Petrobras é preso em operação da PF

Foto: Rovena Rosa/Arquivo Agência Brasil

O ex-presidente do Banco do Brasil e da Petrobras Aldemir Bendine foi preso na 42ª fase da Operação Lava Jato deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta quinta-feira (27) no Distrito Federal, Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo. Bendine foi preso em Sorocaba.

Um representante de Bendine – o publicitário André Gustavo Vieira da Silva – também é um dos alvos de prisão.

A atual fase foi batizada de Cobra e cumpre três mandados de prisão temporária e 11 de busca e apreensão. A prisão temporária tem prazo de cinco dias e pode ser prorrogada pelo mesmo ou convertida para preventiva, que é quando o investigado não tem prazo para deixar a prisão.

Segundo depoimento de delação feito por Marcelo Odebrecht e Fernando Reis, Bendine solicitou e recebeu R$ 3 milhões para auxiliar a empreiteira em negócios com a Petrobras. Conforme os delatores, o dinheiro foi pago em espécie através de um intermediário.

Em Pernambuco, foram cumpridos os mandados de prisão temporária do publicitário André Gustavo Vieira da Silva e do irmão dele, Antônio Carlos Vieira da Silva Jr. Foram executados, ainda, quatro mandados de busca e apreensão no Recife e em Ipojuca.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top