Patronato Penitenciário cadastra reeducandos para carteira de habilitação popular

O Patronato Penitenciário de Pernambuco, órgão ligado a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, cadastrou este ano 265 reeducandos do regime aberto e livramento condicional no Programa CNH Popular. Dos 265, 220 são do Recife, 30 de Caruaru e 15 de Petrolina.

O Programa Popular de Formação, Qualificação e Habilitação Profissional de Condutores de Veículos Automotores beneficia a população pernambucana emitindo a Carteira Nacional de Habilitação gratuitamente. O programa executado pelo DETRAN vai ofertar, este ano, 5.300 CNHs populares.

Entre os critérios necessários para a participação dos reeducandos no programa, estão: ser alfabetizado, participar ou já ter participado de cursos e palestras promovidos pelo Patronato Penitenciário ou outro órgão; ou ainda está trabalhando.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

scroll to top