Fóssil de cobra gigante é encontrado na zona rural de Altinho

Foto: Djair de Carlos

Um fóssil foi encontrado na zona rural de Altinho, Agreste pernambucano, e tem chamado à atenção de pesquisadores e historiadores. Um crânio e uma vértebra de uma cobra gigante, que numa análise prévia feita por profissionais da UFPE aponta para uma espécie de jiboia, que viveu na pré-história.

De acordo com reportagem do Blog Altinho Show, o crânio mede 32 cm de comprimento por 25 cm de largura e está em perfeita conservação. Quem encontrou o fóssil foi o agricultor conhecido por Manoelzinho de Cabeça de Negro, que buscava água no rio.

O artista plástico e pesquisador sobre o assunto, Manoel Guimarães, atribui a conservação ao local em que foi encontrado o fóssil, às margens de um rio próximo à Barragem dos Coelhos, divisa dos municípios de Altinho e São Caetano.
O fóssil encontra-se no Museu de Artes Sacras & Outros Segmentos, na Cohab, sobre os cuidados do Padre Ediberto Oliveira, um historiador de Altinho, que construiu com recurso próprio o museu, onde há centenas de artefatos que contam um pouco da história do município.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top
error: O conteúdo está protegido !!