Seres diz que transferência de presos não tem relação com suspeitos do triplo homicídio

Foto: Edvaldo Magalhães/Liberdade

Dez detentos foram transferidos no fim de semana da Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, para outras unidades prisionais. De acordo com a Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), a transferência não teve relação com a prisão dos suspeitos do triplo homicídio em Lagoa do Paulista, zona rural do município.

De acordo com nota da Seres, a decisão de mudar os presos do local ocorreu por causa de um problema entre eles.

Nota

A Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres) informa que neste sábado (25) houve um desentendimento entre detentos na Penitenciária Juiz Plácido de Souza, em Caruaru, porém a segurança da unidade prisional interviu e estabeleceu a normalidade dentro do presídio evitando que houvesse feridos. Por medida de segurança, reeducandos foram transferidos para outras unidades. A Seres esclarece que esse fato não tem relação com o acolhimento na unidade dos suspeitos do assassinato à família ocorrido no município de Caruaru.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

scroll to top
error: O conteúdo está protegido !!