Agenda Cultural Últimas Notícias

FETEAG fecha parceria com a oficina “Descobrindo a Estética do Oprimido”. As inscrições em Caruaru são gratuitas.

Crédito da foto com André Veruska e Wagner Montenegro – Pri Câmara.

Em sua edição 2017, o FETEAG (Festival de Teatro do Agreste) vai contar com a oficina “Descobrindo a Estética do Oprimido”, do NEXTO (Núcleo de Experimentações em Teatro do Oprimido), promovida pelos arte-educadores Wagner Montenegro e Andréa Veruska, do Recife, com inscrições gratuitas para 25 participantes maiores de 16 anos. A oficina acontecerá de 19 a 23 de setembro de 2017, das 9 às 13h, no SESC Caruaru, voltada para artistas, profissionais e graduandos, surdos e ouvintes, que atuam ou pretendem atuar no ensino das artes, pedagogia e áreas afins, no Ensino Fundamental II e Ensino Médio da rede pública de educação do Estado de Pernambuco. A produção local é de Luciana Barbosa. Inscrições pelo site www.feteag.com.br.

Criado pelo dramaturgo brasileiro Augusto Boal (1931-2009) na década de 1970, o Teatro do Oprimido tem como metodologia didática a utilização da arte como dispositivo de transformação da realidade. Acredita-se que através do fazer artístico é possível estimular a participação popular na discussão dos problemas políticos e sociais. É com este pensamento que o NEXTO promove o projeto “Descobrindo a Estética do Oprimido – Ano II”, que tem levado a diversas cidades de Pernambuco oficinas de formação e capacitação gratuitas sobre a Estética do Oprimido para profissionais de escolas públicas e graduandos que atuam no campo da pedagogia, artes e áreas afins. O Núcleo de Experimentações em Teatro do Oprimido (NEXTO) foi fundado em 2012 pelos atores e arte/educadores Andréa Veruska e Wagner Montenegro, ambos formados pelo Centro de Teatro do Oprimido do Rio de Janeiro (CTO-Rio), à época sob direção artística do Augusto Boal.

 

No ano de 2014, o grupo deu início ao projeto “Descobrindo a Estética do Oprimido”, já em seu segundo ano e chegando a diversas cidades pernambucanas. No ano de 2015, o NEXTO criou o espetáculo de teatro de rua “Las Mariposas”, com encenação de Maria Agrelli, abordando a violência contra a mulher. Em 2016, realizou o projeto “Teatro na prisão: conexão Brasil e Estados Unidos”, um intercâmbio artístico com o Phoenix Players TheatreGroup, grupo de teatro formado por detentos da Prisão de Segurança Máxima de Auburn, uma das mais antigas prisões do Estado de Nova York. Neste ano de 2017, o NEXTO desenvolve também a pesquisa criativa intitulada “Do gênero performativo às performatividades de gênero no teatro de rua”, sobre o universo da violência de gênero.

Promovido pelo Teatro Experimental de Arte (TEA), o FETEAG 2017 acontecerá no período de 11 a 27 de outubro em Caruaru, mas também no Recife, tendo como perfil “Ancestralidade Africana – Identidade e Preconceito”. O Festival conta com incentivo do Funcultura e ainda está fechando sua programação, que contará com mostra estudantil, mostra profissional, inclusive com espetáculos internacionais, e outras atividades formativas.

Deixe seu comentário

%d blogueiros gostam disto: