Destaques Notícias Últimas Notícias

Em confronto direto contra o rebaixamento, Sport e Vitória não saem do 0x0

Foto: Paullo Allmeida/FolhaPE

Em tons dramáticos entre concorrentes diretos na luta contra o rebaixamento, o Sport não conseguiu superar o Vitória nesta quarta-feira (14), ficando no 0x0, na Ilha do Retiro. Com um bom público de pouco mais de 22 mil torcedores, os pernambucanos tiveram a grande chance de vencer na reta final do jogo, mas a bola de Mateus Gonçalves parou caprichosamente na trave.

Com o resultado, o Leão da Praça da Bandeira chegou aos 38 pontos, ganhou uma posição e assumiu o 15º lugar na classificação, passando o Ceará nos critérios de desempate.

O fervor vindo das arquibancadas foi o combustível necessário para o Sport começar a todo vapor. De forma surpreendente, o treinador Milton Mendes optou pela entrada do meia Andrigo na lateral direita, no lugar do suspenso Cláudio Winck. No meio de campo, Rogério assumiu a vaga de Gabriel, também suspenso, com Michel Bastos jogando mais centralizado.

Essa formação deu mais velocidade ao time, com Andrigo atuando praticamente como um ponta avançado. Sufocando o adversário nos primeiros 20 minutos, foram três chances criadas neste período. A primeira delas veio com apenas um minuto de jogo.

Em belo lançamento de Jair, Rogério ajeitou com a cabeça e mesmo sozinho bateu mal, com a bola subiu muito e passou cima. Aos seis minutos, foi a vez de Ernando aproveitar cruzamento, mas finalizar mal, nas mãos de João Gabriel. Por último, Hernane Brocador chegou alguns centímetros atrasado e não aproveitou cruzamento rasteiro de Rogério.

Após essa sequência, o Vitória conseguiu colocar a bola no chão e passou a equilibrar a partida. Com Erick (ex-Náutico) sendo a principal ameaça dos baianos, a primeira chance baiana nasceu dos pés dele. Aos 26, Erick chutou, Mailson não segurou e no rebote Léo Gomes não conseguiu aproveitar.

Na etapa final, o quadro se inverteu, com o Vitória mandando na partida na primeira metade do segundo tempo. E com apenas dois minutos, um lance bizarro que quase termina num gol contra histórico na Ilha do Retiro. Na reposição de bola, o goleiro Mailson se atrapalhou e deixou a bola escapar em direção ao próprio gol. No desespero, o jovem arqueiro conseguiu se recuperar e salvar a bola quase na linha, evitando uma lambança maior.

Mas, a melhor oportunidade veio para o Sport. Aos 33 minutos, Fellipe Bastos deu lindo lançamento para Mateus Gonçalves tocar na saída de João Gabriel, mas a bola parou caprichosamente na trave, frustrando os planos de vitória dos pernambucanos.

Ficha do jogo

Sport 0
Mailson; Andrigo, Adryelson, Ernando e Raul Prata; Marcão, Jair (Morato), Rogério (Rafael Marques), Michel Bastos e Mateus Gonçalves; Hernane Brocador (Fellipe Bastos). Técnico: Milton Mendes.
Vitória 0
João Gabriel; Jéferson, Ramon, Lucas Ribeiro e Marcelo Benitez; William Farias, Arouca (Rhayner), Erick, Léo Gomes e Lucas Fernandes (Neílton); André Lima (Eron). Técnico: João Burse.
Local: Ilha do Retiro (em Recife).
Árbitro: Anderson Daronco (RS). Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Rafael da Silva Alves (RS). Cartões amarelos: Adryelson, Andrigo, Rafael Marques e Raul Prata (Sport). Léo Gomes, Benitez, Jéferson e Ramon (Vitória). Público: 22.650. Renda: 214.425,00

Do Portal FolhaPE

Deixe seu comentário