Dominado, Sport perde e se complica na Sul-Americana – Rádio Liberdade
Notícias Últimas Notícias

Dominado, Sport perde e se complica na Sul-Americana

Foto: Paullo Allmeida/Folha de Pernambuco

Não apenas pelo resultado, mas também pela atuação, a frustração foi geral na Ilha do Retiro nesta quinta-feira (26). Apático e dominado durante quase todos os 90 minutos, o Sport perdeu por 2×0 para o Junior Barranquilla/COL, em casa, e saiu com grande prejuízo para o segundo e decisivo jogo na Colômbia, marcado para o dia 02/11. Para conseguir passar ás semifinais da Copa Sul-Americana, o Leão vai precisar vencer por 3×0 gols de diferença. Caso devolva o placar, a decisão sairá nos pênaltis.

O cenário repetitivo era esperado por toda a torcida leonina: Sport jogando em casa e esmagando o seu adversário nesta Sul-Americana. A realidade: um Leão acuado, com várias brechas, errando a saída de bola e sem conseguir criar uma chance real de jogo sequer no primeiro tempo. Sem Rithely e Osvaldo, o técnico Vanderlei Luxemburgo escolheu Rodrigo e Rogério parar os devidos lugares. Além disso, aposto num losango central para tentar confundir o time colombiano. O que não funcionou em momento algum.

Jogando à vontade na casa adversária, o Junior Barranquilla criou três chances claras na primeira etapa, mas desperdiçou todas. A primeira delas foi logo com apenas quatro minutos de jogos, com González saindo de frente para Magrão, mas batendo para fora. Aos 11, Henríquez falhou feio, mas Ovelar se atrapalhou na hora de finalizar. Tentando reagir, os mandantes insistiam em jogadas de linha de fundo, mas sem muito sucesso, terminando a primeira etapa sem uma finalização ao gol sequer.

Na segunda etapa, Luxemburgo corrigiu com sucesso a tentativa inicial, sacando Rodrigo e acionando Lenis, com Patrick voltando para a sua função de origem de volante. Não demorou muito para a alteração surtir os efeitos. O Leão jogou os primeiros 15 minutos praticamente todo no campo de ataque. Aos 15, Lenis acertou uma bomba no travessão, levantando a torcida nas arquibancadas da Ilha. Porém, quando estava melhor na partida, veio o castigo. Em cruzamento rasteiro, Yone González só escorou para abrir o placar e calar os rubro-negros. Com o gol sofrido, o Sport aumentou ainda mais a pressão, certo? Errado. Chará e Téo Gutierrez tiveram chance de liquidar a fatura, com este segundo perdendo um gol sem goleiro, mas não conseguiram acertar o algo. Classificação em aberto para ser definida na Colômbia.

FICHA TÉCNICA:

Sport 0
Magrão; Samuel Xavier, Henríquez, Ronaldo Alves e Mena; Anselmo, Rodrigo (Lenis), Rogério (Juninho), Diego Souza e Patrick; André. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Junior Barranquilla/COL 2
Sebastián Viera; David Murillo, Jonathan Ávila, Rafael Pérez e Germán Gutiérrez; Pico, Cantillo, Yimmi Chará (Barrera), González e Ovelar (Mier); Téo Gutiérrez
Técnico: Julio Comesaña.

Local: Ilha do Retiro (Retiro).
Árbitro: Fernando Rapallini (ARG). Assistentes: Gustavo Rossi (ARG) e Ezequiel Brailovsky (ARG).
Gols: González (aos 25 e aos 40 do 2ºT).
Cartões amarelos: Diego Souza, Anselmo e Juninho (Sport). Ávila, Rafael Pérez, German Gutierréz e González (Júnior Barranquilla).
Público: 21.373. Renda: R$ 332.245,00.

 

Do Portal FolhaPE

Deixe seu comentário